Monday, October 31, 2011

Iansã


Rainha dos raios, eletrize-me! Esparrame a sua chuva em mim!

Saturday, October 29, 2011

Procura-se um herói




Estou procurando um herói que saiba manejar a espada e não tenha medo da sua força. Caso alguém conheça um, por favor, peça para entrar em contato comigo.


Friday, October 28, 2011

Desnecessária


Você ainda não percebeu que eu sou completamente desnecessária para você? Necessário é  o seu coração e isso você já tem. Necessário é o meu coração e isso também você já tem.

Wednesday, October 26, 2011

O meu lugar é meu


Desde o dia em que você me disse aquela frase, três anos se passaram. Três anos e eu pensando no que você dizia. Três anos tentando ver o que você via. Tentando sentir o que você já sentia. Caminhando sem saber se o que você enxergava realmente existia. Ontem eu enxerguei, ontem eu senti, ontem aconteceu. Agora sim, agora você pode olhar para mim e dizer: você é uma rainha.

Tuesday, October 25, 2011

Atuar

SP, out/11.

“O verdadeiro ator precisa viver este paradoxo: atuar como se fosse de fato aquele personagem e, apesar disso, lá no fundo, saber que ele não é aquilo que representa. É por isso que digo que atuar é a mais espiritual das profissões.” Osho

Sunday, October 23, 2011

Agora que te amo


Agora que te amo, o mundo inteiro cabe no meu coração. E todas as coisas, absolutamente todas, sem nenhuma exceção, fazem sentido. Agora que te amo, todas as eras, todos os instantes, todos os tempos sucessivos são o momento presente. E todas aquelas contradições loucas, terríveis e irreconciliáveis se olham, se abraçam e se alegram por existirem. E todas as máscaras, todas as sinceridades, todas as camadas, das mais superficiais até as mais profundas, das mais falsas até as mais verdadeiras, se fundem no mar, nas formigas, nas estrelas, nas flores que você me deu, que vivem, morrem e renascem sorrindo. Agora que te amo, a energia inteira dos átomos e das galáxias circula no meu corpo. Agora que te amo, tudo se conectou bem aqui, no meu umbigo. 

Sim, você manda em mim.


Universo, o meu destino é seu. De joelhos, coloquei a minha teimosia de lado, baixei a cabeça e aceitei. 

Saturday, October 22, 2011

Natureza


Quando a gente é mar, é assim: vem o vento e mexe, vem a chuva e mexe, vem a lua e mexe. Vem você e mexe. Entendeu?


Se nem para se expor, você tem coragem, quanto mais para mudar o mundo.

Uns se vitimizam... outros agem.



E os bebês continuam nos ensinando grandes lições.

Friday, October 21, 2011

Passou da hora


Deixando tudo o que não serve para trás, principalmente os medos, as desconfianças e as indecisões. 

Tuesday, October 18, 2011

Monday, October 17, 2011

Ismael


O seu King-Kong tem 20 metros de altura, é selvagem e não fala a língua dos homens. Mesmo assim você insiste em fazer contato com ele através de vídeos informativos, regrinhas protocolares e textos de conscientização? Se eu fosse você, eu parava de tomar medidas paliativas e iria direto e reto ao encontro dele. Esqueceria todo este arsenal pirotécnico e escutaria seus movimentos. Se eu fosse você, eu abandonaria todo esforço de domesticação e, com a coragem a você concedida pelo cosmos e pelos Deuses, daria nele um abraço. Mesmo que todo mundo condenasse ou reprovasse, era isso que eu faria, se eu fosse você. Mas nós já sabemos, que só você pode ser você.

Sunday, October 16, 2011


Passou pela minha cabeça, escrever na sua boca os segredos do meu coração. 

The best things in life are free


O meu coração é livre, a minha alma é livre, o meu pensamento é livre. É por isso que às pessoa livres, eu me entrego livremente e aos viciados no jogo de poder e de dominação, eu não me submeto mais. 

Alegria de viver


Que um dia, todo o turbilhão emaranhado, que em mim circula, seja em criação transformado. Neste dia, por certo divino, a minha alma dançante irá gargalhar em qualquer forma, freqüência ou espaço.

Deste lugar ninguém me tira


Mandela ficou 27 anos na prisão. Os zapatistas vivem na clandestinidade. Zumbi teve a sua cabeça degolada. Maria Quitéria fugiu de casa, cortou os cabelos e vestiu-se de homem. Gandhi foi assassinado a tiros. Irmã Dulce foi expulsa da Ilha dos Ratos e, por 10 anos, peregrinou com seus doentes até achar um lugar para ficar. Nós nunca sabemos qual o preço a ser pago pela nossa dignidade. Seja lá qual for, vale a pena.


Que tal você parar de observar o abismo dos outros e passar a encarar o seu?

Saturday, October 15, 2011

Um rio, uma pessoa e as suas palavras


Quando eu entrei no rio, você, com os pés na terra, falou: “não vá. Fique aqui”. Você se lembra? Enquanto a correnteza me levava, você dizia: “volte, é inseguro”. E quando cheguei do outro lado, lhe pedi: “vem comigo?”, mas você imóvel permaneceu. Lembra disso? Depois, você não viu, mas, embalada pelo vento, solitária segui até encontrar outro alguém, outro rio, outra boca que articulava as suas já pronunciadas palavras. Da mesma forma que aconteceu com você, não teve outro jeito, tive que avançar sozinha. Caminhei até me deparar com uma nova pessoa, um novo rio, e, de novo, com as suas antigas palavras. Desta vez, ao invés de retrucar, calei e, em silêncio, andei até a praia. Enfeitiçada pela lua, atravessei o mar e pulei as ondas. Sabe as suas por outros repetidas palavras? Aprendi a deixar para trás. As suas palavras, você e todos aqueles que um dia tentaram me convencer de que o horizonte é um lugar inatingível. Sim, sem nenhum arrependimento, prossigo. Cegamente acreditando na promessa que o sol um dia me fez: venha, pois estou aqui lhe esperando. 

Thursday, October 13, 2011

Em algum lugar do Éden


Lilith: Por que você fica com ela?
Adão: Porque ela se submete e você não.
Lilith: Verdade, não vou me submeter. Mas, e se eu me entregar?
Adão: Aí, já era.

Tuesday, October 11, 2011

Eu tenho o coração exposto...


“Você não ficaria desconfiado de todos se tivesse o coração exposto e não por dentro da caixa toráxica? A qualquer momento alguém podia te comer o coração.”  Hilda Hilst

Sunday, October 09, 2011

O amor das borboletas


No ar macio da primavera, duas borboletas fazem ardente amor. Copulam no vôo  sem medo e sem pudor.

Eu queria...


Eu queria não ser insegura, mas sou. Eu queria não ter medo de sofrer, mas tenho. Eu queria confiar, mas desconfio. Eu queria me abrir, mas me fecho. Eu queria não criar expectativas, mas crio. Eu queria me entregar, mas me escondo. Eu queria ser simples, mas complico. Eu queria ser autêntica, mas copio. Eu queia ser genial, mas sou medíocre. Eu queria não me importar com julgamentos, mas me importo. Eu queria integrar os opostos, mas sou maniqueísta. Eu queria aceitar que o universo está sempre certo, mas só questiono. Eu queria ir no fluxo, mas paraliso. Eu queria viver no aqui e agora, mas me pre-ocupo. Eu queria ser relaxada, mas sou ansiosa. Eu queria ser rosa, mas sou gente. Eu queria acreditar que estou pronta, mas foco na falta. Eu queria ser pura presença, mas escapo. Eu queria ser natural, mas me esforço. Eu queria dançar como se ninguém estivesse olhando, mas falho. Eu queria mudar o mundo, mas não consigo mudar nem a mim mesma. Eu queria me desprender de tanto querer, mas esperneio o tempo todo.

Saturday, October 08, 2011

Ousada e corajosa Julieta


“Queria ser correta e renegar
Tudo o que disse. Mas adeus, pudores!”


Julieta para Romeu,  segundo ato, Cena II, Shakespeare

A tua pureza, a minha


Meu querido Unicórnio selvagem, rebelde e desconfiado, jamais imaginei que, depois de tanto voar, você viria aqui para beber água na minha mão e passar a sua terna crina no meu rosto.


Friday, October 07, 2011

Eu odeio você


Eu odeio você porque odeio todas as pessoas covardes que, como eu, se escondem atrás de subterfúgios, desculpas e vitimizações. Eu odeio você por sua falta de entrega que espelha o meu medo de me expor e de viver. Eu odeio você pela lentidão, pelos passos para trás, pela insegurança. Pelo porém, quase, talvez, depois. Por suas análises cartesianas mais que infindáveis e inúteis.  Eu odeio você por tudo aquilo que eu odeio em mim. Por tudo aquilo que você deveria ter feito e eu não fiz. Eu odeio você porque quero que você tenha a coragem que nós não temos. Eu odeio você, em alto e bom som, gritando na sua cara, para que eu possa ouvir, o quanto odiar é algo possível, mesmo numa sociedade em que as pessoas se acham limpinhas e corretas e em looping proclamam a beleza de um amor incondicional que elas nunca tiveram  o destemor de sentir. Eu odeio você mesmo que você alegue que odiar é sujo e reprovável, que eu deveria me conter, me tranqüilizar, me situar. Eu odeio você porque às vezes, mas não todas às vezes, assim é. Incontrolável e fraco o humano é. No meio da noite ou em algum momento do dia, é.

Wednesday, October 05, 2011

Da série, o politicamente correto ainda vai nos idiotizar.




"Seriam essas expressões versões politicamente corretas de pessoas com caráter duvidoso?" Mandou muito bem, Marco Bola!


Tuesday, October 04, 2011

União


Ai, não vejo a hora do Yin e do Yang dizerem sim e celebrarmos este encontro de almas-gêmeas através do sexo sagrado. 

Sozinho em silêncio


Hoje recebi um convite (mais um!) para participar de um desses workhops incríveis, que promove uma técnica incrível, com um mestre incrível e que gera uma transformação espiritual incrível no indivíduo. É assustador ver como a indústria da “espiritualidade” anda crescendo. Entretanto, mais assustador ainda, é constatar que existem algumas pessoas que realmente acreditam que podem vender um caminho que leva à conexão espiritual e outras muitas pessoas que crêem que podem comprar um método que leva à iluminação. Estamos mesmo absolutamente impregnados pela mentalidade capitalista-cartesiana-patriarcal, na qual precisamos consumir (nem que seja informação), seguir uma lógica e ter um pai que nos oriente. Da forma como vivemos hoje, é muito difícil aceitarmos que não existe busca, não existe caminho e muito menos alguém que vai pegar na nossa mão e nos levar a este “objetivo determinado”, que também não existe. Lembrei do texto do Kafka. É muito mais simples, mas quem se atreve?

"Não é necessário sair de casa.
Permaneça em sua mesa e ouça.
Não apenas ouça, mas espere.
Não apenas espere, mas fique sozinho em silêncio.
Então o mundo se apresentará desmascarado.
Em êxtase, se dobrará sobre os seus pés."

Franz Kafka

Sunday, October 02, 2011

Integração


Caminhando em direção ao dois que transcende e vira um.

Saturday, October 01, 2011

Quer parar de ser meu espelho, espelho meu?


Você anda louco para encontrar um amor profundo e verdadeiro, mas morre de medo de se entregar. Contraditório, não acha? Das duas, uma: ou você toma coragem e se rende, ou se conforma com uma história meia-boca. Ou, quem sabe, das duas, três: você também pode continuar exatamente do jeito que você está agora, sem se render e sem se conformar, apenas confuso, insatisfeito e louco para encontrar um amor profundo e verdadeiro. 


Será que quando a lua cheia desponta no céu, as estrelas também namoram?