Saturday, August 27, 2011

Dançando com o monstro...




Os contos já nos ensinaram tudo... 

Friday, August 26, 2011

As zebras são pretas de listras brancas ou brancas de listras pretas?


Na teoria, eu já entendi que precisamos verdadeiramente aceitar e integrar as nossas contradições, os nossos opostos, as nossas ambivalências para finalmente sermos inteiros. Faz muito sentido. Mas cadê coragem para, além de acolher o bem, também abraçar o mal?  Para dançar com a feia e abominável fera? Para olhar tudo o que eu sempre neguei e dizer com carinho: sim!


É doce morrer no mar...


Quando eu morrer, me enterrem na praia. Coloquem no meu tornozelo uma corrente de prata, que é para Yemanjá me levar. Imersa nas águas, vou me balançar à deriva e jogar conversa fora com os peixes que nadam livremente sem dar satisfação pra ninguém. 


Tenho medo das pessoas que tranqüilamente dão conta dessa vida e que invariavelmente carregam um sorriso no rosto, mesmo sabendo que tem tanta gente passando fome no mundo. 

Thursday, August 25, 2011

Reafirmando: the best things in life are free.




A gente vive tão focado em estudar, trabalhar, casar, educar bem os filhos, ganhar dinheiro, fazer sucesso, ser reconhecido, planejar a próxima viagem, acertar, que até esquece de dar e receber colo. 

Apenas uma pergunta para Dante


Dante, meu querido,  a sua obra é incrível e juro que eu adoraria ficar dias a fio com você bebendo da sua incrível cosmovisão, mas confesso que, nos últimos tempos, ando pouco afeita a conversas intelectuais. Não me leve a mal. Parece que a minha mente, coitada, colapsou. Na verdade, eu vim aqui por outro motivo e com a sua experiência e sensibilidade, acho até que você já desconfia. É isso mesmo, cansei de tanta catarse. Purificação demais é sobra, concorda comigo? Como eu sei que você vivenciou esse caminho de forma tão genial e conseguiu superar criativamente todos os estágios, queria lhe fazer uma pergunta. Exatamente, só uma pergunta: onde fica a porta de saída do purgatório? 

Tuesday, August 23, 2011

Aconchego


Será que um dia o céu irá me enviar alguém com quem eu possa ficar horas e horas em silêncio sem nenhum tipo de constrangimento? 

Sunday, August 21, 2011

Louca por Conto de Fadas


Eu, alma, mordi a maçã e agora estou esperando por você, espírito. Venha tranquilo, pois, enquanto lhe aguardo, faço o melhor que posso fazer: durmo.

Saturday, August 20, 2011

Nada esconde essa minha timidez


Ele olhou para ela e desabafou: "cansei desta sua pseudo transparência que disfarça uma camada de chumbo. Acho que nem mesmo o super-homem será capaz de enxergar uma mulher assim. Não me interprete mal, você é uma pessoa simplesmente incrível, mas o seu auto-controle dá a impressão de que nada te afeta. Será que só eu percebo que você usa um arsenal para se esconder?" Decepcionada consigo mesma, ela ensaiou uma explicação que não saia. Devia ser simples se expor, mas ela paralisava. Sufocando o choro e com a garganta quase muda, murmurou baixinho: “me abraça?” 

Agonia


No eterno dilema entre me fechar ou me expor. 

Conexão


Os fios incandescentes que conectam o seu corpo ao meu possuem a mesma cor dos vaga-lumes e uma textura igual ao da crina do unicórnio. 

Friday, August 19, 2011

Verdades e Mentiras


Ela sussurrou no ouvido dele: "para ter uma noite de amor com você, eu até mentiria. Por qualquer outro motivo ou por qualquer outra pessoa, não valeria a pena macular a minha boca ingênua e casta".

Thursday, August 18, 2011

Saturei


A sua covardia me dá bode e as suas repetições me dão sono. As suas palavras? Formigas velhas que saem da sua boca. Por isso, não me importa mais o que você fez depois que eu sai da sua casa. Se abriu a janela e gritou “dane-se”! Ou se atravessou a rua correndo para me dizer "te amo". Para mim, desde aquele maldito dia, você encolheu ao risível e agora nem com uma lupa alguém conseguirá  localizar você no meu coração. E se alguma vez eu lhe jurei amor, me pergunto como. Estava insana, por certo. Dopada por uma inexplicável neurose de irrealidade.

Gap


Estava pensando como uma pessoa com uma alma tão versada e profunda como a sua pode ter atitudes tão imaturas. Foi quando uma voz soprou no meu ouvido que o seu espírito tem milênios, mas que as suas emoções ainda estão debutando. Vida surpreendente esta. Será possível o espírito de Matusalém ter reencarnado em Peter Pan?

Wednesday, August 17, 2011

Buraco sem fundo


A grande doença do capitalismo é este foco obsessivo-compulsivo na falta. 

Esfinge


Por mais que eu invente coisa, essa história é verdade sim, eu respondi a pergunta da esfinge e agora sei quem sou. Mas na real, ficou tudo na mesma, viu? Meu torcicolo continua me incomodando, a fatura do cartão de crédito vence no final do mês e acordar às sete da manhã ainda é um saco. Resumo da opereta, a única coisa que mudou é que eu parei de me questionar sobre o enigma. No mais, ninguém me liberou do IPTU ou do IPVA. 

Mr. Universe


O Universo? Ah, ele é engraçado. Ele tem uma forma sem forma de mandar mensagens, um caminho sem caminho para evoluirmos e um jeito torto mas certo de nos ajudar. Um sujeito louco esse tal deste Senhor Universo. Deve ser médico também.

Tuesday, August 16, 2011

Mr. Play it Safe


Só agora, meses depois, é que eu entendi porque você sempre me dizia que eu era imprevisível. Na época, por mais que eu me esforçasse, eu não compreendia. Finalmente caiu a ficha. Hoje percebi que você possuía uma espécie de script invisível e eu nem me dei conta. Desculpe, mas realmente acreditei que estávamos agindo de forma espontânea e nunca passou pela minha cabeça que uma interação entre duas pessoas reais pudesse ter uma sequência predefinida. É, agora faz sentido o fato de você, muitas vezes, não saber direito o que me falar ou me escrever. Você queria muito acertar, mas eram tantas as situações inesperadas que você paralisou, provavelmente sem saber exatamente onde encaixar a sua estratégia antiga. Quero que você saiba que eu lamento demais a minha falta de sensibilidade. Se eu tivesse acordado para isso antes, talvez o nosso desfecho tivesse sido outro. Dificilmente eu teria me adaptado completamente ao seu script, mas, pelo menos, eu teria lhe explicado que, do meu lado, não havia roteiro nenhum. 

Pacto


Vamos fazer o seguinte? Você me protege e eu te acolho. Topa?

Ainda você


Sabe, pessoas como você, que, ano após ano, se esmeram na ciência do auto-controle, que se abrigam atrás da máscara do observador e que criam sistemas mirabolantes de proteção apenas para se defender deste lugar assustador que é o mundo, adquiriram um direito inviolável: o de receber colo. Neste espaço quente, não existem perguntas, cobranças ou justificativas, só amor. 

Monday, August 15, 2011

Este tal deste 1% dá trabalho


Eu não entendo nada de Cabala, aliás, não entendo nada de nada, mas felizmente tenho alguns amigos que entendem e, outro dia, me explicaram um conceito que gostei, o tal do 1% (mundo físico) e dos 99% (mundo espiritual). Jeito prático este de pontuar a escuridão (1%) e a luz (99%). Soa bem razoável. Contudo, só para variar, eu continuo intrigada mesmo é com o como. Por mim, estes números podem até mudar, já que ir além da realidade concreta e enxergar a realidade espiritual é o que, de fato, importa. Dizem que é mais fácil do que a gente imagina e que o esforço até atrapalha. Bem provável, principalmente para aqueles que já nasceram com a capacidade de ver a linha do Equador. Para aqueles que sabem que a linha do Equador existe, mas nunca viram, acredito que entrar nesta plenitude dá um baita trabalho. Haja meditação, natureza e arte para nos liberar da servidão e nos transcender para a existência abundante. Ou, quem sabe, apenas haja coragem de não mais sermos guiados pelos condicionamentos.




A volta da escuridão em seu último esforço desesperado


Em sonho, a minha avó, na sua mais plena sabedoria, me disse: não tema. Use a espada.

Síndrome do Pequeno Poder


Ultimamente tenho tido a nítida impressão de que os idiotas vão dominar o mundo. E os bonzinhos deixando...

Saturday, August 13, 2011


Sabe, pessoas como você, que forjam os mais tolos artifícios apenas para esconder sentimentos profundos, deveriam sair com um papelzinho no bolso da calça esclarecendo: apesar das bobagens que fiz, faço e farei, acredite, aqui dentro bate um coração intenso e frágil.

Sollua


Ah, se Deus quiser, um dia serei completamente tomada,  penetrada, impregnada, encharcada pelos raios do sol, pela energia da lua.


Friday, August 12, 2011

Iansã


Iansã, minha deusa dos raios, dizem que você é a minha orixá de cabeça. Então eu lhe pergunto, por que todas as vezes que você vem, é o meu corpo que você quer?


"Tempo bom, tempo ruim."


Yemanjá, me leva?

Fluxo


Reza o velho ditado que todos os caminhos conduzem a Roma. Que Roma que nada! É no mar que nós, rios, desaguamos.  

Realidade Invisível


Como disse o fabuloso Don Juan Matus: eu vejo.

Disfarce


Conversando com um ex-namorado, ela contou que estava a fim de um cara. Ele retrucou: “é safado disfarçado de bom moço?” Ela se defendeu: “como você é óbvio!” Ele riu: “quem quiser que lhe compre! Você pode até enganar esses paulistas aí, mas a mim você não engana não, viu?!” E os dois gargalharam. 

Thursday, August 11, 2011

Até tu!


Ah, vá! Eu não creio que você tá caindo nessa. Que os outros acreditem nas minhas historinhas ridículas, até vai, mas você... você me conhece. Todo esse discurso de metamorfose e transformação é puro papinho furado. Eu sou a mesma garota mimada de sempre. No dia em que eu não tiver mais um pingo de ansiedade e não quiser que as coisas aconteçam do meu jeito, aí você poderá me dar parabéns. Antes disso, pode esquecer. Continuo me enrolando e enrolando os outros. Fazendo o que eu sei fazer de melhor: de conta.


Wednesday, August 10, 2011


felizfelizfelizfelizfelizfelizfelizfelifelizfelizfelizfelizaqui.

Quem sou eu? O que eu vim fazer aqui?


A minha primeira grande obsessão eu já respondi. Agora espero que a obsessão dois me atinja.

Kundalini


E quando a sua língua tocou a minha, virei serpente.

Nem lá, nem cá


Bem, deixe-me ver se eu entendi direito: você fica enganchado no passado por não saber como será o futuro. Mas alguém sabe?

Cortando os pulsos


Quero ver agora eu tentar controlar os acontecimentos.

Inferno astral


Acho que tá na hora de fazer uma limpeza geral e jogar para bem longe pessoas e padrões de comportamento que passaram do prazo de validade... 

Tuesday, August 09, 2011

Yang meu II


Sim, aceito a sua insegurança, a sua indecisão, a sua impaciência. Sim. Sim. Sim. Aceito sim a sua mania de idealizar, o seu truque de se esconder, ao invés de se mostrar, o seu costume de dar dois passos para frente e voltar para trás. Mil vezes sim. Redondo e sonoro sim. Amorosamente sim. Yang meu, espelho meu, sim.

Monday, August 08, 2011

Yang meu


Eu te aceito. Sem mas, nem meio mas. É só isso mesmo: eu te aceito. Não tem todavia, porém, entretanto. Aceito e ponto. Do jeito que é. Aceito.

Pra mim


Olha só, atrasar o destino você até consegue, mas tire logo o seu cavalinho da chuva porque desviar dele você não vai. Muito antes disso, o seu delírio de onipotência é jogado na sarjeta. E se você continuar insistindo, quem vai entrar no ralo é você. 


O Yang precisa de acolhimento. O Yin precisa de proteção.

Sunday, August 07, 2011

Criando e rindo...




"vivendo e sorrindo
criando e rindo
será muito feliz e todos
serão também"

Saturday, August 06, 2011

Me explica melhor...


Eu não sei direito que tipo de garantia você precisa, mas quando eu olho ao meu redor, vejo tanto céu, tanto mar, tanta fruta, tanta flor, tanto bicho, que eu penso que o nosso destino é esse. É esse tanto. E você me pedindo uma garantia de que seremos felizes. Todo esse tanto não é garantia suficiente para você?  

Óculos cor-de-rosa


Sabe de uma coisa? Sair da ilusão é uma condição inexorável para a expansão da consciência. Se eu fosse você, eu tirava logo esse óculos cor-de-rosa, por mais difícil que seja. Caso contrário, vai ser decepção em cima de decepção até você conseguir enxergar as pessoas e as situações como elas realmente são.

Nomes do Pai



Nomes do Pai

Forte e comovente a peça do meu querido amigo Rafa Steinhauser, inspirada na obra “Cartas ao Pai”, de Franz Kafka. Recomendo!

Friday, August 05, 2011

Reality Check


Eu já disse para você parar de me idealizar e de me colocar num pedestal. O resultado será inequívoco: decepção.

Pra ser real tem que ter defeito


Dia bonito aquele. Quanto mais eu via os seus defeitos, mais vontade eu tinha de lhe dizer eu te amo. Eu via as suas mentiras, seus subterfúgios, sua prepotência, sua covardia. Via claramente e sentia: te amo. Você estava literalmente lá, real na minha frente. As suas fraquezas, suas dissimulações, sua sedução barata, sua mediocridade. Dia libertador esse. Transformador. Como foi alquímico aceitar em você tudo aquilo que eu sempre havia rejeitado em mim. 

Thursday, August 04, 2011

A escada de Jacó


quando fui pássaro, voei.
quando fui peixe, nadei.
agora ando.

Wednesday, August 03, 2011

Autenticidade


Prefiro a dor elegante do Itamar Assumpção do que a felicidade ilariê da Xuxa.



Tuesday, August 02, 2011

Despertar


Um dia a gente acorda e o corpo exaurido exige: chega de sofrer. Dia doce esse, o dia em que a gente acorda.

Monday, August 01, 2011


Itacaré, jul 2011.

“Sua tarefa não é buscar o amor, mas simplesmente buscar e encontrar no seu íntimo todas as barreiras que você construiu contra o amor.” Rumi, poeta sufi.

A revolução somos nós


Abandonei a minha prepotência de querer mudar o mundo. Hoje sei que a única coisa que posso mudar é a mim mesma.